WWW . Seu Portal em Midia Impressa: Julho 2012

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Ministra Eleonora Menicucci vai receber Título de Cidadã Paulistana


Ministra Eleonora Menicucci vai
receber Título de Cidadã Paulistana
A ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, vai receber no dia 2 de agosto (quinta-feira), o título de Cidadã Paulistana. A concessão do título é uma iniciativa da vereadora Juliana Cardoso (PT). “Trata-se de uma justa homenagem a uma cidadã que dedicou grande parte de sua vida às causas das mulheres que sofrem discriminação e são vítimas de violência, além de  combater o regime militar nos anos de chumbo”, comenta a vereadora.
Como pesquisadora e professora titular da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Eleonora publica regularmente artigos e estudos sobre temas críticos da condição das mulheres nos campos da saúde, violência e trabalho.
Na juventude iniciou sua participação em organizações de esquerda após o golpe militar de 64. Passou quase três anos na cadeia em São Paulo, de 1971 a 1973. Ao sair da prisão, reorganiza sua vida em João Pessoa, na Paraíba, onde inicia sua carreira docente na Universidade Federal. É nesse período que a militância feminista e a paixão pela pesquisa sobre as condições de vida das mulheres brasileiras ganham relevo na sua trajetória acadêmica e política.
Eleonora é da chamada "segunda onda do feminismo brasileiro", que acontece a partir de 1975. Professora Titular em Saúde Coletiva no Departamento de Medicina Preventiva da Unifesp. Antes de ser ministra, foi da Pró-Reitora de Extensão da Unifesp.
Eleonora possui visão política independente. Embora filiada ao PT, não participa do dia-a-dia do partido.  Mineira da cidade de Lavras, é divorciada e tem dois filhos – Maria, de 42 anos, e Gustavo, com 37 – e três netos, Stella, João e Gregório.
O evento será realizado dia 2 de agosto, às 19h, na Câmara Municipal de São Paulo (Plenário 1º de Maio, 1º andar), Viaduto Jacareí, nº 100, Bela Vista. Informações pelos telefones 3396-4351 e 3396-4315.

Legendas fotos;

Ministra Eleonora Menicucci receberá Título de Cidadã Paulistana



Vereadora Juliana Cardoso (PT): “justa homenagem





terça-feira, 17 de julho de 2012

Itaquera recebe primeira sessão de cinema de projeto da empresa Atento


Itaquera recebe primeira sessão de cinema de projeto da empresa Atento
No próximo sábado, dia 21 de julho, vai acontecer na praça Itaquera, ao lado da Igreja N. Sra. Aparecida e da Obra Social Dom Bosco, a primeira sessão do projeto Cine Atento, uma iniciativa da empresa de Contact Center e terceirização de processos de negócios que vai realizar exibições gratuitas de filmes em áreas livres.
Neste sábado serão apresentados dois filmes: a animação Rio, às 18h30, e Transformers 3, às 20h30.
Para interessados em uma oportunidade de trabalho na Atento, a empresa disponibilizará um quiosque para cadastramento de currículos no local durante o evento.  Nesta semana, são 1183 vagas na capital, distribuídas entre as áreas operacional (teleoperador) e serviços presenciais (consultor de vendas I).
A Atento é uma multinacional de serviços de Business Process Outsourcing (BPO), que pertence ao Grupo Telefônica. A empresa é líder no mercado da América Latina e a segunda maior do mundo por faturamento.
A Companhia, no mercado desde 1999, está presente em dezessete países nos quais emprega cerca de 156.000 pessoas e possui mais de 560 clientes, líderes em setores variados como telecomunicações, financeiro, utilities, consumo, entre outros.
O Cine Atento contará com mais oito sessões que acontecerão ao longo dos próximos meses em parques, praças ou áreas de livres na zona norte de São Paulo, São Bernardo do Campo, Campinas, Ribeirão Preto, Santos, Goiânia, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Programação Cine Atento
Dia: 21 de julho
Local: Praça Itaquera - Rua Maria de Camargo, nº 464, Jardim Redil - em frente a Igreja Nossa Senhora Aparecida de Itaquera/ Obra Social Dom Bosco.
Filmes: Rio, o filme (18h30) e Transformers 3 (20h30).
Entrada: Gratuita, basta comparecer ao local.
Capacidade: 500 pessoas sentadas.


Comunicação Social
OBRA SOCIAL DOM BOSCO - ITAQUERA - SP
Uma Obra a Serviço da Vida!
Fone: 2205-1100 / 2205-1109
www.domboscoitaquera.org.br

Sala de Cinema agora é um ponto MIS - Itaquera


Sala de Cinema agora é um ponto MIS

A Sala de Cinema localizada no prédio da Subprefeitura Itaquera (Rua Augusto Carlos Bauman, 851) agora é um Ponto MIS. O programa tem como objetivo levar sessões de cinema gratuitas a cidades do Estado promovendo o acesso ao cinema e a fomação do público.

Em São Paulo já são de trinta e seis cidades, na capital são quatro pontos espalhados nas regiões, entre eles, a Sala de Cinema de Itaquera.

A Sala de Cinema já trouxe à região de Itaquera mais de quarenta filmes durante seus dezoito meses de existência, inclusive o encerramento da 8ª Mostra do Cinema Negro. A Sala realiza as exibições com títulos de filmes período já passaram pela sala de cinema mais 10 mil espectadores.

Este ano a Sala de Cinema consolidou novas parcerias contato com apoio da Cinemateca da Embaixada da França, do Memorial da América Latina, além de diretoras, produtoras e distribuidoras que disponibilizaram seus filmes gratuitamente para exibição.

As sessões de cinema acontecem todas as sextas-feiras, às 10h e às 15h. A entrada é gratuita, basta reservar o seu lugar através do telefone 2079-1691 ou pelo email <smalauk@prefeitura.sp.gov.br>.

Programação de Julho:

Dias: 20/7 e 27/7

Sessão da manhã: 10 horas – Tainá uma aventura na Amazônia;

Classificação: Livre

Sessão da tarde: 15 horas – Tainá 2, aventura continua;

Classificação: Livre

Reserve o seu lugar através do telefone: 2079-1691




Assessoria de Imprensa
Subprefeitura de Itaquera
Tel. 2079-1691

Eleições Conselhos Regionais de Meio Ambiente Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz- Subprefeitura Ermelino Matarazzo.


Eleições
Conselhos Regionais de Meio Ambiente Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz- Subprefeitura Ermelino Matarazzo.
Agosto: Dia 4
Data da eleição: 4/7/2012
Local: Sede da Subprefeitura – Av. São Miguel, 5550- Ermelino Matarazzo
Horário: 10h00 às 16h00
Período de inscrição de candidatos: de 5 a 20 de julho de 2012
Horário das inscrições: 9h00 às 16h00, de 2ª a 6ª feira, na Praça de Atendimento.
Para ser candidato
É necessário ter mais de 18 anos e morar ou trabalhar na área da Subprefeitura de Ermelino Matarazzo
Para ser eleitor
É necessário ter mais de 16 anos e morar ou trabalhar na área da Subprefeitura Ermelino Matarazzo
Para votar
Apresentar documento de identificação com foto e um comprovante de endereço ou trabalho na área da Subprefeitura Ermelino Matarazzo.
 Paulo de Souza Lima e
Isabela dos Santos Cavalcante (Estagiária)
Assessoria de Comunicação
Subprefeitura Ermelino Matarazzo
Telefone:2048-6585 ramal 233

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Trabalhador terá que fazer curso para receber o Seguro-Desemprego


Trabalhador terá que fazer curso para receber o Seguro-Desemprego

A partir de agora, os trabalhadores que tenham solicitado o Seguro-Desemprego mais de duas vezes nos últimos 10 anos deverão realizar cursos profissionalizantes em sua área de atuação.


Na terça-feira (10/7), todos os postos autorizados para habilitação do Seguro-Desemprego, incluindo o Centro de Apoio ao Trabalho (CAT), da Prefeitura de São Paulo, sofreram mudanças nos critérios de liberação do pagamento das parcelas do benefício. A alteração possibilita a participação dos desempregados em cursos profissionalizantes gratuitos em suas áreas de atuação. A novidade abrange os segurados, independente do nível de escolaridade, que já tiverem solicitado o seguro mais de duas vezes nos últimos 10 anos.

A recusa em matricular-se em um dos cursos disponibilizados condizentes com a qualificação profissional do segurado ou sua desistência no decorrer das aulas acarretará na suspensão do beneficio. A modificação faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do Ministério do Trabalho e Emprego. Não havendo uma oportunidade de trabalho compatível com o perfil do beneficiário, os cursos serão disponibilizados no ato de requerimento do Seguro- Desemprego. Caso o segurado aceite, poderá efetuar a pré-matrícula na unidade do CAT, preenchendo o formulário com o "Termo de Aceite".

Os cursos profissionalizantes serão ministrados gratuitamente por intermédio da Rede Federal de Educação Profissionalizante, Científica e Tecnológica, por escolas estaduais e também no Senai, Senac e Sesi. Os participantes recebem auxílio alimentação, transporte e material didático. As capacitações oferecidas possuem carga horária de 160h, sendo quatro horas diárias, em horário comercial, de segunda a sexta-feira.

Opções de cursos

Agente de inspeção, Ajustador mecânico, Almoxarife, Aplicador de revestimento cerâmico, Assistente de produção, Assistente de projeto visual gráfico, Auxiliar administrativo, Auxiliar de crédito, Auxiliar de instalações hidráulicas, Auxiliar de operações em logística, Auxiliar de pessoal, Auxiliar de recursos humanos, Auxiliar de serviços em comércio exterior, Auxiliar de transporte de mercadorias, Auxiliar em web, Carpinteiro de telhados, Confeccionador de artefatos de couro, Confeccionador de bolsas em tecido, Cortador de calçados, Costureiro industrial do vestuário, Costureiro, Cuidador de idoso, Desenhista de calçados, Desenhista de moda, Desenhista de produtos gráficos web, Desenhista mecânico, Eletricista de automóveis, Eletricista industrial, Encanador, Estofador de móveis, Fresador mecânico, Inglês básico, Instalador e reparador de redes de computadores, Jardineiro, libras (língua brasileira de sinais) básico, Lubrificador industrial, Manicure e pedicure, Maquiador, Mecânico de suspensão de freios, Mecânico de máquinas de costura, Modelista
Monitor de recreação, Montagem e manutenção de computadores, Operador de computador, Operador de editoração eletrônica, Operador de máquinas de usinagem com comando numérico, Operador de sistema de climatização, Operador de supermercado, Operador de torno de comando numérico, Operador industrial, Padeiro e confeiteiro, Pedreiro de alvenaria estrutural, Pintor de obras, Programador web, Promotor de vendas, Recepcionista, Serígrafo, Serralheiro de alumínio, Soldador no processo mig/mag, Torneiro mecânico, Vendedor, Vitrinista e Zelador.

Recusa

Os cursos poderão ser recusados caso não exista capacitação para a função de atuação do requerente, se for solicitante do beneficio pela primeira vez, estiver recebendo a última parcela, cursando outro curso reconhecido pelo MEC com a mesma carga horária ou superior ao oferecido ou ainda estiver participando de processo seletivo de emprego. Fora esses casos, a recusa para fazer o curso profissionalizante disponibilizado em sua área de atuação implicará em cancelamento do beneficio o mesmo ocorrendo se houver evasão do beneficiado.

Cancelamento

Atualmente são motivos de bloqueio do pagamento das parcelas: o reemprego, a recusa à oportunidade de trabalho compatível com sua qualificação e salários anteriores, a falsidade na prestação de informações, comprovação de fraude e morte do beneficiado. Caso o segurado tenha seu benefício cancelado, o mesmo pode entrar com "Recurso Administrativo" junto à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego.

Documentos necessários para a habilitação do seguro-desemprego

- Requerimento do Seguro-Desemprego SD/CD (02 (duas) vias - verde e marrom)

- Cartão do PIS-PASEP, extrato atualizado ou Cartão do Cidadão

- Carteira de Trabalho e Previdência Social- CTPS (verificar todas que o requerente possuir)

- Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho - TRCT devidamente quitado

- Documentos de Identificação - carteira de identidade ou certidão de nascimento/ certidão de  casamento com o protocolo de requerimento da identidade (somente para recepção) ou carteira nacional de habilitação (modelo novo) ou carteira de trabalho (modelo novo) ou passaporte ou certificado de reservista

- 03 (três) últimos contracheques, dos 3 (três) meses anteriores ao mês de demissão, que receberam comissão

- Documento de levantamento dos depósitos do FGTS (CPFGTS) ou extrato comprobatório dos depósitos ou relatório da fiscalização ou documento judicial (Certidão das Comissões de Conciliação Prévia / Núcleos Intersindicais / Sentença / Certidão da Justiça)

- Comprovante de residência

- Comprovante de escolaridade

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Subprefeitura Ermelino Matarazzo coloca a disposição da iniciativa privada a possibilidade de adoção de áreas verdes municipais




A Subprefeitura Ermelino Matarazzo coloca a disposição da iniciativa privada a possibilidade de adoção de áreas verdes municipais
A Prefeitura de São Paulo tem uma área verde esperando ser adotada por você
Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras, por meio da Subprefeitura Ermelino Matarazzo desenvolve um programa de parceria do poder público coma iniciativa privada.
O Programa de Adoção de Praças e Áreas verdes permite a qualquer cidadão , empresa ou instituição assumir a responsabilidade de urbanizar, revitalizar e manter praças e áreas verdes públicas.
Ao adotante caberá manter as áreas adotadas limpas e em perfeitas condições de uso para a comunidade, sendo permitido a colocação de uma placa de divulgação da parceria com a logomarca da empresa.
Além da divulgação e a valorização da marca da empresa adotante, o empresário estará contribuindo para o embelezamento da cidade e a melhoria da qualidade de vida da população.
As parcerias proporcionam a criação de uma consciência ecológica, a partir da responsabilidade com a manutenção dos espaços públicos.
Qualquer empresa, seja ela industria, comércio, prestador de serviços ou associação de bairro, Ongs, entre outras, podem adotar uma praça, um parque, canteiro central de ruas e avenidas.
A Subprefeitura Ermelino Matarazzo está disponibilizando uma cartilha com todas as informações para você adotar uma área verde .
Retire sua cartilha na Praça de Atendimento da Subprefeitura na Avenida São Miguel, 5550.

Obra Social Dom Bosco presta tributo a Luiz Gonzaga

Obra Social Dom Bosco presta tributo a Luiz Gonzaga
Se estivesse vivo, Luiz Gonzaga, o rei do baião, completaria 100 anos no dia 13 de dezembro deste ano. O músico foi uma das figuras mais representativas da cultura nordestina e um dos nomes mais importantes da música popular brasileira.
Suas canções são a trilha sonora de diversas festas juninas em todo o país. Por este motivo, a Obra Social Dom Bosco vai realizar em sua tradicional festa julina o ‘Tributo a Luiz Gonzaga’.
No dia 7 de julho, das 11 às 20h, vai acontecer uma festança no Centro de Formação e Cultura, ao lado metrô Itaquera e de frente ao Estádio do Corinthians, com comidas e bebidas, brincadeiras e jogos, sorteios e prêmios para toda a comunidade.
Diversas apresentações preparadas pelos educandos da Obra Social Dom Bosco estão previstas, com destaque para as dos grupos de dança, ginástica rítmica e artística, capoeira, artes marciais, e da Fanfarra Dom Bosco, reconhecida pela participação em concursos. Além disso, haverá as tradicionais quadrilhas dos educandos e dos funcionários da organização.
A Obra Social Dom Bosco conta com a sua presença e colaboração para divulgar nosso evento cujos valores arrecadados serão revertidos para nossas atividades assistenciais.

Conselheiros do CADES Itaquera tomam posse para o biênio 2012/2014



Conselheiros do CADES Itaquera tomam posse para o biênio 2012/2014

O Conselho Regional de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz de Itaquera, deu posse aos novos representantes da sociedade civil e do poder público, eleitos para compor o conselho no biênio 2012/2014. A cerimônia de posse e entrega dos certificados aconteceu na quinta-feira, 28 de junho, no auditório da Subprefeitura.

O Conselho Regional de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz das Subprefeituras é um órgão de natureza participativa e consultiva que têm o importante papel de propor e colaborar com a formulação de políticas públicas relacionadas à proteção ambiental, à implantação de programas que fomentem a cultura de paz e à implementação da Agenda 21 Local, sempre promovendo e incentivando a participação social.
Constituído de forma bipartite, seus componentes são 50% eleitos pela sociedade civil e 50% por representantes do poder público. O mandato dos conselheiros é de dois anos, cabendo duas reconduções, por igual período. O trabalho dos conselheiros não pode ser remunerado e é considerado serviço público relevante.
Os conselheiros representantes da sociedade civil são Maria Helena Muniz, Lidiomar Barbosa da Silva, Roseli Aparecida Pavan, Luis Carlos Hathner, Eliana Maurelli, Kleison Soares de Siqueira, Fernando Luis Simas, Cilas de Carvalho Souza, Denise Barroso do Nascimento Olivieri, Decio Suzuki, Fabio Roberto da Silva, Maria Inês de Vasconcelos e Monica Cristina Calais. Falando em nome dos conselheiros, Kleison Soares de Siqueira disse que “todos vão trabalhar por uma Itaquera cada vez melhor”.

Os conselheiros representantes do poder público são Damaris Souza Peres e Fatima Regina Tomaz, representando a subprefeitura Itaquera; Margarete Louzano da Silva, representando a DRE – Itaquera; e Edgar Zanetti e Vadson Fraga de Oliveira, representando a Secretaria do Verde e Meio Ambiente. O Subprefeito Paulo Máximo, presidente do CADES-Itaquera, encerrou a cerimônia de posse, desejando boa sorte aos conselheiros. O subprefeito afirmou que percebe na seriedade da discussão dos assuntos tratados, a importância do CADES para o futuro de Itaquera, da cidade e das próximas gerações.

Assessoria de Imprensa
Subprefeitura de Itaquera
Tel. 2079-1691

6ª Virada Esportiva agitou fim de semana em Itaquera



6ª Virada Esportiva agitou fim de semana em Itaquera


A sexta edição da Virada Esportiva agitou a capital no último fim de semana. Foram mais de 3 mil eventos em cerca de mil locais diferentes. A Virada Esportiva é uma iniciativa da Prefeitura de São Paulo, coordenada pela Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação (SEME). O evento faz parte do calendário oficial da cidade.

Em Itaquera, a Virada Esportiva começou logo cedo com o acompanhamento pela Supervisão de Esportes da Subprefeitura Itaquera acompanhando as atividades esportivas nas ruas de lazer, Clubes Escolas, SESC Itaquera, Obra Social Dom Bosco, Hospital Santa Marcelina, Pólos de Brincar, CDCs e Parque do Carmo.

No Parque do Carmo, quatro guindastes do Air Show Festival ofereceram ao público da zona leste uma oportunidade de praticar Bungee Jump e demonstrações de voos de asa delta.


Assessoria de Imprensa
Subprefeitura de Itaquera










Tel. 2079-1691

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Falta de políticas públicas não garantem direitos das crianças



Falta de políticas públicas não
garantem direitos das crianças
O sistema de garantia dos direitos da criança não funciona como o estabelecido no Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) e o que prevalece ainda é a forma punitiva do antigo Código de Menores. Essa é a principal conclusão do Seminário Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente, realizado dia 29 de junho, na Câmara Municipal, pelo mandato da vereadora Juliana Cardoso (PT) e que teve apoio da Pastoral do Menor, do Fórum de Assistência Social e do Fórum da Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente.
O seminário também registrou reclamações sobre a falta de estrutura dos conselhos tutelares e a visão equivocada de seu papel. Na abertura do evento, que teve a participação de 150 pessoas, a vereadora destacou o objetivo do seminário. “Precisamos cobrar a efetivação de políticas públicas para as crianças com projetos que tenham começo, meio e fim”, afirmou.    
Para o desembargador Eduardo Cortês, da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça, o ECA brasileiro é uma das principais leis do mundo, mas o problema é sair do papel. “Se cumpríssemos seus artigos teríamos um País sem menores infratores e sem violência”, comentou. “Nos últimos anos tivemos avanços. A Febem deixou de ser depósito de crianças e centro de violações dos direitos humanos, mas falta muito para atingirmos a plenitude dos direitos”.

CRIANÇAS NO DEBATE – O ministro de Direitos Humanos do governo Lula, Paulo Vanucchi, abordou a evolução histórica dos Direitos Humanos. “Desde a Constituição de 1988, estamos numa marcha pela afirmação democrática. O Estatuto rompeu com a doutrina punitiva para a visão da proteção integral, mesmo assim não há como mudar da noite para o dia”, disse. “O Pais teve três séculos e meio de escravidão e de genocídios da população indígena. Para entender melhor os direitos das crianças precisamos trazê-la para o debate. Não sei como. Mas temos que trazê-las para a discussão. A pobreza não pode servir de critério para retirada das crianças de suas famílias”.
O promotor de Justiça, Eduardo Dias de Souza, criticou a falta de ações integradas dos poderes públicos no sistema educacional. “Sem opções, para o jovem da periferia sobra hoje trabalhar em lava rápidos ou cair no ramo marginal das auto peças”, declarou. “Não sei como a falta de vagas em creches ainda não resultou na criação de CPIs”.   
Padre Lédio Milanez, do Fórum de Assistência Social (FAS), criticou a administração municipal. “Há três anos as entidades que atendem as crianças em convênios não têm reajustes”, contou. “Precisamos abrir a caixa preta que é o FUNCAD, saber como os recursos são utilizados”.
Além de apontar o descaso da Prefeitura que não incentivou as conferências regionais, o membro da executiva do Fórum Municipal, Lourival Nonato dos Santos, reiterou a visão equivocada das atribuições. “Existe uma inversão dos papéis dos conselhos tutelares. Há casos de policiais que requisitam os conselhos para resolver problemas do poder público”, afirmou.
Para a advogada Sueli Camargo, da Pastoral do Menor da Arquidiocese, não é utopia pensar num estado que garanta os direitos das crianças. “Temos 50 mil crianças abrigadas no Brasil, das quais 2.500 em São Paulo”, comentou. “Faltam políticas públicas para reestruturar famílias. Hoje, na Prefeitura a higienização social está a serviço da especulação imobiliária”.
Ao final, o mandato da vereadora Juliana Cardoso foi elogiado por aproximar os conselhos e movimentos sociais do sistema de justiça como Ministério Público, Tribunal de Justiça e Defensoria.



Desembargador do TJ Eduardo Cortês: “Estatuto brasileiro é uma das principais leis do mundo”






Assessoria de Imprensa
Vereadora Juliana Cardoso
André Kuchar (MTb 15.513).
Telefones 3396-4315 e 3396-4351