WWW . Seu Portal em Midia Impressa: Agosto 2012

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Diageo e CIEDS promovem cursos gratuitos

Diageo e CIEDS promovem cursos gratuitos

A empresa britânica Diageo, em parceria com o CIEDS, oferece pela primeira vez no Rio de Janeiro, o projeto “Learning for life” – “Aprendendo para a vida” através de cursos gratuitos de qualificação básica em bartender e camareira.

Em função do alto crescimento das redes de hotéis e restaurantes no Rio de Janeiro, por causa dos megaeventos e do turismo que estão sendo cada vez mais estimulados na cidade, os cursos têm o objetivo de preparar e inserir jovens nesse mercado, através de aulas, capacitações, visitas técnicas, palestras e oficinas.
O projeto já acontece em diversos países do mundo e chega ao Rio de Janeiro em duas unidades: São Conrado e Copacabana. 
As inscrições estão abertas para jovens entre 18 e 24 anos, que cursaram ou estão cursando o ensino médio e tenham vontade de se preparar para o mercado de trabalho. Os interessados devem se inscrever pelo número (21) 3094-4555 ou através do e-mail inscricao@cieds.org.br.

As aulas serão ministradas de segunda à sexta no Centro de Cidadania Rinaldo Delamari, em São Conrado e CRAS Sebastião Teodoro Filho, na Rua Sant Romam, nº 172 - Copacabana.
 

sábado, 4 de agosto de 2012

Ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci de Oliveira


 Por iniciativa do Mandato de Juliana  Cardoso - (Veja também, vídeo da entrevista dada à TV Câmera

A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora

Menicucci de Oliveira, foi homenageada nesta quinta-feira pela

Câmara Municipal com o Título de Cidadã Paulistana.

Mineira da cidade de Lavras, Eleonora foi militante política em

organizações de esquerda contra o regime militar. Presa em 1971,

passou quase três anos no presídio Tiradentes. Ao sair da prisão,

iniciou sua carreira de docente na Universidade Federal da

Paraíba. Como pesquisadora e professora titular da Universidade

Federal de São Paulo, publicou vários artigos e estudos sobre

temas críticos da condição das mulheres nos campos da saúde,

violência e trabalho.

“Esse título representa demais na minha vida, porque escolhi São

Paulo para morar, para viver e para criar meus filhos, e eu fui

acolhida por essa cidade cinzenta, difícil, com trânsito terrível, mas

uma cidade absolutamente multifacetada, multicultural,

multirracial. E eu digo que meu amor por São Paulo culminou

quando fui convidada pela presidenta Dilma para ser ministra, no

dia do aniversário da cidade”, disse.

Professora Titular em Saúde Coletiva no Departamento de

Medicina Preventiva da Universidade Federal de São Paulo

(Unifesp), Menicucci deixou o cargo de pró-reitora de Extensão da

instituição para assumir a Secretaria de Políticas para as

Mulheres, a convite da presidente Dilma Rousseff.

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal

de Minas Gerais (1974), mestrado em Sociologia pela Universidade

Federal da Paraíba (1983), doutorado em Ciência Política pela

Universidade de São Paulo (1990), pós-doutorado em Saúde e

Trabalho das Mulheres pela Facultá de Medicina della Universitá

Degli Studi Di Milano (1994/1995) e livre docência em Saúde

Coletiva pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São

Paulo (1996).

“Nossa ministra Eleonora, a Léo, como a chamamos no movimento

social, traz para todas nós uma referência de luta, resistência, de

sonhos conquistados e sonhos que ainda precisam ser

conquistados na luta pelas mulheres. A ministra Eleonora

Menicucci representa tudo isso, todas essas mulheres aqui

presentes, todo esse movimento”, disse a vereadora Juliana

Cardoso.

Participaram da sessão ainda o deputado estadual Adriano Diogo

(PT), o senador Eduardo Suplicy (PT) e diversas lideranças

políticas, sindicais e sociais.