WWW . Seu Portal em Midia Impressa: Dezembro 2012

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

FDZL faz assembleia para compor nova diretoria

Claudio Grineberg e Angelo Iervolino
Antonio Gomes em primeiro plano
Gerry Diretor segurança e os empresários Eduardo Pinheiro,Fátima Marinera e Antonio Gomes de branco O Fórum para o Desenvolvimento da Zona Leste (FDZL) realizou no dia 24 de dezembro no Senac de Itaquera assembleia geral para constituição de novo conselho consultivo e diretivo da entidade para o próximo período. A assembleia é uma exigência estatutária em virtude da última gestão presidida pelo empresário itaquerense Antonio Gomes ter findado este ano. Parte dos diretores esteve nas articulações para a realização da assembleia. E foram estes que convidaram e insistiram para que alguns componentes da gestão atual e anteriores fossem reconduzidos e, se necessário em atendimento às exigências de regimento interno, remanejados de suas pastas. Com outros participantes, no entanto, o empenho no convencimento foi quase nulo. A própria convocação da assembleia foi muito reduzida e deficitária e não alcançaram todos os agora ex-conselheiros, muitos deles efetivamente afastados da entidade. Diante do atual estado das coisas e desse encaminhamento, praticamente um novo conselho consultivo com entidades e convidados recém-chegados foi criado e cabe a este, em tese, indicar e submeter à aprovação os componentes da executiva do FDZL e os diretores das diversas pastas com as quais o fórum é composto. Em geral essas indicações são feitas em acordos prévios, mas, registre-se, desta feita este consenso não foi possível. O que emergiu do encontro foram os nomes possíveis em função da necessidade de indicar ainda no encontro, uma nova diretoria para poder assinar um convênio com órgão público. Essa era uma das exigências na negociação em curso, alegou um dos organizadores. Efetivamente o espaço para o diálogo e as negociações de composição não foram os mais adequados, mas deve se levar em conta que a situação foi resultante também do atual estágio de dispersão da entidade que concretamente tem grande atuação e destaques em algumas pastas, com outras completamente acéfalas. O FDZL tem mais de dez anos de existência e pode congregar representantes dos executivos, empresários, entidades e organizações não governamentais com vistas a discutir e ajudar o desenvolvimento sustentável da zona leste da cidade de São Paulo. Agora é desejo desde escriba, que se desligou da entidade nesta ocasião, que a próxima gestão dê conta das exigências que se avizinham. (JMN) Fotos e texto - J. de Mendonça Neto